"O TEATRO ME ENSINOU A VIDA ; A ARQUITETURA O ESPAÇO ; O ENSINO A SINCERIDADE ...

1935-85

BIOGRAFIA (1935-85)

1950

PINTURA - ANOS 1950

1950

TEATRO DA COMUNIDADE CRISTO OPERÁRIO (1957)

1960

MORTE E VIDA SEVERINA (1960)

1960

EXPOSIÇÕES - ANOS 1960

1960

PINTURA - ANOS 1960

1960

OBJETOS E RELEVOS - ANOS 1960

1960

CASA SIMON FAUSTO (1961)

1960

PINTADO DE ALEGRE (1961)

1960

UM BONDE CHAMADO DESEJO (1962)

1960

TODO ANJO É TERRÍVEL (1962)

1960

OS FUZIS DA MÃE CARRAR (1962)

1970

FACULDADE DE ARQUITETURA E URBANISMO - USP (1962-1977)

1960

O MELHOR JUIZ, O REI (1963)

1960

ESCOLA DE ARTE DRAMÁTICA DE SÃO PAULO (1963-1966)

1960

ÓPERA DOS 3 VINTÉNS (1964)

1960

DEPOIS DA QUEDA (1964)

1960

ANDORRA (1964)

1960

A PINTURA NOVA TEM A CARA DO COTIDIANO. CANSADA DA ADOLESCÊNCIA INTIMISTA DO ...

FLÁVIO IMPÉRIO
1960

SOMOS FILHOS DE UMA GERAÇÃO QUE LUTOU ENTRE SI PARA DEFINIR O MUNDO DE NOSSO ...

FLÁVIO IMPÉRIO
1960

HÁ QUEM SE SINTA PROFUNDAMENTE MODERNO POR AFIRMAR QUE O NOSSO SÉCULO É ...

FLÁVIO IMPÉRIO
1960

ARENA CONTA ZUMBI (1966)

1960

OS INIMIGOS (1966)

1960

GINÁSIO ESTADUAL E ESCOLA NORMAL DE BROTAS (1966-1967)

1960

TEATRO OFICINA (1967)

1960

CASA AMÉLIA IMPÉRIO E ERNST HAMBURGER (1967)

1960

CASA JUAREZ BRANDÃO LOPES (1968)

1960

RODA VIVA (1968)

1960

OS FUZIS DE DONA THEREZA (1968)

1970

OBJETOS E RELEVOS - ANOS 1970

1970

GRÁFICA - ANOS 1970

1970

PINTURA - ANOS 1970

1970

ROSA DOS VENTOS (1971)

1970

LABIRINTO: BALANÇO DA VIDA (1973)

1970

A CENA MUDA (1974)

1970

SOU JOÃO, SOU PEDRO, SOU ANTONIO, 1974

1970

BEM, MINHA GENTE, EIS UM "PROJETO" QUE ME PARECEU SIMPÁTICO. ACONSELHO, EM ...

FLÁVIO IMPÉRIO
1970

NASCI NO BEXIGA E LÁ ME CRIARAM, POR CERTO, UM DIA, EU VIREI “ARQUITETO”, DEPOIS ...

FLÁVIO IMPÉRIO
1970

BARRA DA SAIA (1974)

1970

CENTRO DE ESTUDOS MACUNAÍMA (1974-1976)

1970

REVEILLON (1975)

1970

DOCES BÁRBAROS (1976)

1970

PANO DE BOCA (1976)

1970

SÓ VIM A MEXER COM TEATRO MUITO DEPOIS DAS FESTAS ESCOLARES, ONDE CANTEI, ...

FLÁVIO IMPÉRIO
1970

PÁSSARO DA MANHÃ (1977)

1970

NOEL ROSA, O POETA DA VILA E SEUS AMORES (1977)

1970

ALEGRES PINTORES DO BEXIGA (1977)

1970

COISAS E LOISAS (1978)

1970

MATRIZES, FILIAIS & COMPANHIAS (1979)

1970

A FALECIDA (1979)

1980

CASA DO ARTISTA (1979-1985)

1980

PINTURA - ANOS 1980

1980

PATÉTICA (1980)

1980

GRÁFICA - ANOS 1980

1980

PELO SERTÃO NAS ESTRADAS VILAS E RIOS POVOADOS CIDADES MATAS CAATINGAS CAMPINAS ...

FLÁVIO IMPÉRIO
1980

RECICLAGEM (1981)

1980

LIBERTAS QUAE SERA TAMEM (1981)

1980

OTHELLO (1982)

1980

É COMO PROFESSOR QUE EU PESQUISO MAIS DIRETAMENTE OS MECANISMOS DE FUNCIONAMENTO ...

FLÁVIO IMPÉRIO
1980

O "LIVRO SOBRE CENOGRAFIA" É, REALMENTE, UMA NECESSIDADE REAL. PASSO, ...

FLÁVIO IMPÉRIO
1980

CHIQUINHA GONZAGA, Ó ABRE ALAS (1983)

1980

ABSURDOS, OS DOZE TRABALHOS DE FLÉRSULES (1984)

1980

CARNAVAL, AVENIDA TIRADENTES (1984)

1980

EXISTE UMA PONTE ENTRE O TEATRO DE ARENA E O QUE EU FIZ ANTERIORMENTE: TRABALHEI ...

FLÁVIO IMPÉRIO
1980

MARIA BETHANIA, 20 ANOS DE PAIXÃO (1985)

1980

DESFILE DA SANTISTA (1985)